Sermões de Wesley: O Cristianismo Bíblico – Sermão IV

VOCÊ JÁ PAROU PARA PENSAR E/OU ORGANIZAR EM SUA MENTE COMO SERIA UM MODELO DE CRISTIANISMO BÍBLICO? John Wesley sim. Em um sermão pregado na Universidade de Oxford, Wesley fundamentou em poucas, mas preciosas palavras o que seria o “cristianismo bíblico”. Wesley trabalha sua argumentação em três principais pilares: a construção do cristianismo na pessoa; como ele passa de pessoa para pessoa; e como o cristianismo se espalhará sobre toda a Terra. Por fim, Wesley olhando para as escrituras passa também a olhar para as pessoas e confrontá-las a uma vida cristã verdadeira e fiel. Foi um sermão um tanto quanto indigesto para a religiosidade de sua época, mas de fato necessário. Necessário, pois foi em busca de resgatar uma cristandade que hora estava adormecida – e que posteriormente despertou na fervente busca por Deus que foi o movimento metodista –, já em nossos dias, é um sermão que pode nos ajudar a despertar também. 

John Wesley, muito conhecedor dos textos das sagradas escrituras, partindo de Atos 4.31, tratou de mostrar aos seus ouvintes um caminho do cristianismo que, como vimos, começa na experiência pessoal do/a pecador/a com o Espírito, que é quem revela a graça de Cristo Jesus e seu amor às pessoas, sendo a consequência desta experiência (ainda olhando para textos bíblicos) o ardente desejo de tornar o Amor conhecido por outros e assim o cristianismo se espalhar por toda a face da Terra, cumprindo as profecias dos profetas (AT) e dos apóstolos (NT). Wesley firma este caminho para por fim perguntar às pessoas “Onde existe este cristianismo? ”, “Onde vivem os cristãos? “. Tal pergunta vem impulsionada pela observação de inúmeras injustiças, desde descumprimento de regras das pessoas na Universidade, até o conformismo que as mesmas tinham diante da miséria humana. Para Wesley, o cristianismo bíblico é àquele que age em transformar tudo isto. Não caberia ao cristão ser injusto quando fora justificado por Cristo ou então não ser misericordioso quando a misericórdia do perdão os alcançou. Para Wesley, o Amor no cristão deveria ser visto, deveria ser sua marca, por isso tal convocação para uma auto avaliação.

Talvez este seja um pequeno resumo do que foi o sermão IV de Wesley – se faz oportuno a leitura na integra para uma melhor compreensão e conhecimento -, contudo, partindo de um ideal bíblico sobre cristianismo creio que podemos nos perguntar também “onde habita este cristianismo bíblico? “. Tal pergunta se faz necessária pois cristãos bíblicos são pessoas cheias do Espirito Santo e que por consequência exalam seus frutos (Gl. 5.22-23), são pessoas que permitem que a luz de Jesus brilhe, deixando-a em um lugar visível (Mt. 5. 13-16), são pessoas que testemunham o amor daquele que primeiro as alcançou, o amor de Cristo. Ser cristão é revolucionário, é muitas vezes nadar contra a maré, é buscar a Cristo e sua justiça todos os dias e permitir ser transformado de glória em glória. Talvez, assim como na época de Wesley, nós cristãos do século XXI também precisemos acatar a convocação do apostolo Paulo aos Efésios que diz: “desperta, você que está dormindo […] e Cristo o iluminará. ” (Ef. 5.14b).

Que o Senhor nos ajude nesta santa vocação de segui-lo.

Gostou desse artigo? Passe adiante!

Compartilhar no facebook
Compartilhar
Compartilhar no twitter
Compartilhar
Compartilhar no linkedin
Compartilhar
Compartilhar no pinterest
Compartilhar