Acontece:
Translate:


Breve Histórico Sobre o "Dia do Professor" - Rev. Paulo Dias Nogueira






Untitled document

 

 No Brasil dedicamos o dia 15 de outubro para homenagear nossos professores e professoras.  Outros países utilizam datas diferentes para a mesma celebração, o DIA DO PROFESSOR. Por exemplo, nos Estados Unidos é na terça-feira da primeira semana completa de Maio; na Tailândia no dia 16 de Janeiro, na Índia o 5 de Setembro, na China em 10 de Setembro, no México em 15 de Maio, em Taiwan no dia 28 de Setembro, e assim em muitos outros países.

 

O dia 15 de outubro tem sua história e aproveito para contá-la em poucas palavras. Tudo começou no dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), dia em que D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, todas as cidades, vilas e lugarejos deveriam ter escolas de primeiras letras. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida.

 

Mas foi apenas em 1947, exatamente 120 anos após o referido decreto, a primeira comemoração de um dia todo dedicado ao Professor. Foi em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. O longo período letivo do segundo semestre ia de 01 de junho a 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de se organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

 

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro - data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. Era na Escola Normal Oficial de Piracicaba (atual Instituto de Educação Sud Menucci), onde tinha ele estudado e por onde se formavam professores para o ensino básico. O diretor, Onofre Penteado, gostou da iniciativa. A festa foi um sucesso. No ano seguinte, o jornal “A Gazeta” fez a cobertura do acontecimento, que já contava com a adesão de um colégio vizinho: o Pais Leme, que ficava na esquina da Rua Augusta com a Av. Paulista. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil.

 

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".

 

Rev. Paulo Dias Nogueira

Diretor do IEM Bispo Scilla Franco

 

Fontes:

 

Site www.diadoprofessor.com.br

Site www.unigente.com




INFORMATIVO - Março - Abril

Informativo Regional
Clique na Imagem ao lado para ler ou fazer o download do IR nº 126

Busca de Conteúdos no Portal

Encontre
Igrejas e Pastores

Pesquise também:

Versículo do Dia

Os preceitos do Senhor são retos, e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro, e alumia os olhos.


SALMOS 19.8

Boletim Eletrônico
Informe seu nome e e-mail para receber nosso boletim eletrônico.
Nome:
E-mail:
5ª Região Eclesiástica - Rua Anchieta, 229 (esquina com Rua Santos Dumont) - Vila Ercília - São José do Rio Preto - SP - Cep 15013-010 - Fone: 17 3353.1198
Desenvolvido por: